Pastorais e Movimentos

PASTORAIS

Pastoral Litúrgica

Liturgia é a celebração do Mistério Pascal de Cristo. Em volta deste núcleo fundamental da nossa fé, celebramos no Ano Litúrgico a memória do Ressuscitado na vida de cada pessoa e de cada comunidade.

A Pastoral Litúrgica não é uma ação isolada de outras ações pastorais (CNBB, doc 43, 186), pois como afirma a Constituição Sacrosanctum Concilium “a liturgia é o cume para o qual se dirige a ação da Igreja, ao mesmo tempo, fonte donde emana toda a vida da Igreja”.

Quem ama a liturgia pode ser um bom agente da Pastoral Litúrgica. Quem ama sai de si mesmo, encontra o outro, transborda, oferece o que tem de melhor.  A Pastoral Litúrgica se traduz no cuidado das pessoas por aquilo que realizam, a fim de que a beleza de Deus se expresse e se manifeste no compromisso de nossa fé, no seguimento de Jesus e da construção do Reino para que vivamos num sociedade mais justa e fraterna.



Pastoral do Canto

Nos horários de sábado e domingo, a Pastoral sempre procura agendar grupos de músicos com cantores, sejam acompanhados de violão, teclado ou do Órgão de Tubos da Catedral.
Esta pastoral tem por objetivo, dinamizar e aprofundar o trabalho com música litúrgica e canto, preparando animadores de cantos e músicos instrumentistas para atuarem nas celebrações, inseridos e alinhados com as Diretrizes desta Pastoral.

Para esta finalidade, devem ocorrer reuniões específicas de estudo, treinamento e preparação, pelo menos uma vez por mês.

Coloque seu dom à disposição da Igreja - O grupo precisa de pessoas para cantar e tocar nas Missas nos dias de semana na Igreja. Se você toca algum instrumento ou canta, venha ser um voluntário da Pastoral do Canto da Catedral de Florianópolis. Basta entrar em contato pelo telefone 3224-3357.




Coral Santa Cecília

Fundado em 1950, a finalidade do Coral Santa Cecília, da Catedral de Florianópolis, é litúrgica, cabendo-lhe solenizar as celebrações na própria Catedral. Por isso, canta sempre aos domingos a noite e em solenidades durante o ano, com destaque para o Natal e a Páscoa.

Anualmente no mês de abril o Santa Cecília promove, desde 1986, o Concerto Espiritual da Páscoa (CONESPA), envolvendo outros corais da Grande Florianópolis. Além de diversas fitas K-7, o Coral, que é composto por 19 sopranos, 14 contraltos, oito tenores e oito baixos, além do organista e do regente assistente, já gravou 20 CDs.

Além disso, tradicionalmente próximo ao Dia de Santa Catarina de Alexandria, padroeira do Estado, da Arquidiocese e da Paróquia, no dia 25 de novembro, o Coral costuma fazer uma apresentação comemorativa, com canções como Salve Regina, de Emérico Lobo de Mesquita, e o Te Deum, de Mozart.

Padre Ney Brasil Pereira, foi Regente de 1973 até seu último dia de vida, 04 de janeiro de 2017. Desenvolveu uma intensa atividade de composição e regência ora. Foi colaborador da Comissão Nacional de Música Sacra e membro da Pontifícia Comissão Bíblica.




Legião de Maria

O Movimento Legião de Maria foi criado no dia 7 de setembro de 1921, em Dublim, na Irlanda. Era véspera da Natividade de Nossa Senhora. O fundador foi Frak Duffi.  A Legião chegou ao Brasil em 1951, em Santa Catarina no ano de 1958 e instalada em Florianópolis, mais especificamente na Catedral Metropolitana, no dia 26 de junho de 1958.

A Legião de Maria é composta por um grupo de cristãos que desejam participar mais nas atividades da Igreja. Para isso, doam duas horas por semana com trabalhos em favor dos pobres. Participam, semanalmente, de uma reunião para planejar as atividades e se fortalecerem espiritualmente.

Se um dia você for convidado a pertencer a Legião de Maria, não recuse, pois é uma graça de Deus. Não diga que não tem tempo, nem capacidade, pois com Deus, tudo podemos.

Na Grande Florianópolis existem 60 grupos com 746 legionários ativos e mais de quatro mil auxiliares. A Catedral conta com dois grupos atualmente. O primeiro que surgiu tem o nome de Nossa Senhora do Desterro e o seguinte, Maria Mãe da Igreja. Conta com 10 integrantes aproximadamente em cada um.

Para fazer parte os interessados em participar em um dos grupos da Legião de Maria da Catedral, basta procurar um legionário nos encontros que acontecem na segunda-feira ou quarta, às 16h.




Apostolado da Oração

“É do Coração de Jesus que emana, a cada ano, toda a vida da Igreja” (João Paulo II 1979)
O Apostolado da Oração constitui a união dos fiéis que por meio do oferecimento diário de si mesmo, juntam-se ao Sacrifício Eucarístico, no qual se exerce continuamente a obra da nossa redenção e, desta forma, pela união vital com Cristo, da qual depende a fecundidade apostólica, colaboram na salvação do mundo (Manual do Apos. da Oração – Pág. 18).

O Apostolado da Oração da Paróquia Nossa Senhora do Desterro, Catedral, foi fundado em 3 de dezembro de 1895, Dia de São Francisco Xavier, seu padroeiro, já com grande número de zeladoras e zeladas. Desde aquela data, o Movimento persevera na Catedral ou seja, 117 anos. Conta atualmente com aproximadamente 50 membros, entre homens e mulheres.

O Apostolado se reúne todas as primeiras sextas-feiras de cada mês na Catedral, a partir das 16h30. Nestes encontros, além da reunião mensal, acontece a Hora Santa, encerrando com a celebração da Santa Missa dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, devidamente uniformizados.

Nas primeiras quintas-feiras de cada mês, os membros do Apostolado participam da Adoração ao Santíssimo Sacramento.

A caminhada do Apostolado da Oração tem sido através da participação em atividades como acompanhamento das procissões, liturgias, confecção de tapetes quando convidados, Grupo Bíblico em Família, terços na Catedral e visita às famílias e asilos. Está representado nas reuniões da Comarca da Ilha, nos últimos sábados de cada mês, sempre com um ou mais representantes.



Pastoral Vocacional




Pastoral da Catequese – Primeira Eucaristia




Pastoral da Catequese - Crisma




Pastoral da Catequese – Adultos





Pastoral do Dízimo

Quando você oferta o dízimo sua vida é partilhada. É como afirmar: "A minha casa é casa de Deus, e a casa de Deus é a minha casa". Ao ser dizimista você passa a ter parte na casa do Senhor e o Senhor passa a ter parte na sua casa.
O dízimo não é um pagamento. O que fazemos é ofertar a Deus parte daquilo que recebemos de sua bondade, expressando a Ele o quanto confiamos em seu amor e em sua generosidade.


 

MOVIMENTOS

Movimento Pólen

Os jovens do Movimento Pólen se reúnem no primeiro e terceiro sábado de cada mês, às 18h15, na Catedral. Buscam viver a espiritualidade cristã e a evangelização, promovendo durante o ano eventos e retiros.

O Pólen existe desde 1971, quando um grupo de alunos decidiu fazer um retiro espiritual. Outras informações no site www.movimentopolen.com.br




Grupo de Oração Maranathá (RCC)

O Grupo de Oração Maranathá, da Renovação Carismática Católica (RCC), reúne-se às quintas-feiras na Catedral.

No dia 15 de fevereiro de 2002, o grupo de oração se reuniu pela primeira vez na Catedral. Na época, os encontros aconteciam aos domingos, após a Missa das 18h na Catedral. Numa sala, que a princípio era grande, pois eram poucos os integrantes do grupo. Mas que com o passar do tempo ficou pequena. O grupo passou a reunir-se no Auditório da Catedral, onde viveu momentos fortes de oração e relacionamento entre todos os que nele participavam. 





Movimento de Irmãos

 

O Movimento de Irmãos da Catedral foi criado em 12 de setembro de 1981, com o objetivo de congregar casais de leigos engajados, dispostos a viver o cristianismo, o Evangelho e o amor de Deus. Motivá-los a participar das pastorais da Paróquia e da Arquidiocese, aprofundar a fé em seus diversos aspectos, contribuindo assim para que cada família vivencie melhor sua “Igreja Doméstica”.

O Movimento de Irmãos é constituído por 30 casais que ingressam através de retiros indicados pela Paróquia. 




Movimento da Mãe Peregrina de Schoenstatt

O movimento iniciou na Paróquia da Catedral, em 1997, com a Irmã Maria Raquel, da Congregação de Schoenstatt, da Província de Santa Maria, Rio Grande do Sul. Na ocasião, o pároco da Catedral era o Pe. José Besen. O primeiro objetivo é a evangelização das famílias, através da visita mensal da Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt.

Atualmente, a Missa do movimento ocorre no dia 18 de cada mês. Os interessados podem falar com a Maria Julia Gomes para saber mais informações sobre a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt.

 

ASSOCIAÇÕES

Ação Social e Cultural da Catedral

 

A Ação Social e Cultural da Catedral – ASCCAT foi fundada em 04 de março de 1994, é uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter beneficente, de assistência social, cultural e filantrópica. Com sede em Florianópolis/SC, na Rua Padre Miguelinho, 55/Centro, suas ações baseiam-se em estatuto próprio e em todas as disposições legais aplicáveis, prioritariamente o que trata a Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS – Lei nº 8742/93).

A Constituição Federal de 1988 apresenta nova concepção das políticas sociais, principalmente no reconhecimento do setor da assistência social, como política pública. Avança na compreensão de que as entidades “filantrópicas se tornarão de assistência social na medida em que fizerem alterações necessárias ao enquadramento dos critérios que a própria política afirmar”.

A ASCCAT pretende contribuir no processo de transformação da sociedade, calcada em princípios éticos, garantindo direitos, potencializando pessoas, buscando a justiça, incentivando a solidariedade e preservando a vida.

 

© Copyright LBsistemas 2013 by Nidrev

  • facebook-square
  • twitter-bird2-square