Título Pequeno
Você tem medo da morte?

 

Morte: bonita, cruel, necessária?

O mais aparente é que ela é inevitável.

É para todos os seres vivos, sem exceção. 

Não há como nascer e não morrer.

Talvez a certeza de que a morte um dia

tomará o lugar da vida

é o que deixa muitas pessoas com medo,

pavores incontroláveis ou apenas perturbadores.

A vida aqui na terra é muito especial,

e as pessoas aqui na terra não gostariam de deixa-la,

porque ainda não conhecem outro tipo de vida.

Nunca haviam vivido antes de vir ao mundo,

então não sabem o que aconteceu, o que acontecerá.

As pessoas têm medo daquilo que desconhecem.

Então, como não sabem como irão morrer

e não conhecem depois, alimentam um medo dentro delas.

As pessoas também tem medo

daquilo que já presenciaram e sabem que é ruim.

Ao ver parentes, amigos e as outras pessoas morrerem,

o quadro reverte para si: o mesmo acontecerá consigo.

O que muito contribui para esse medo habitar uma pessoa

é o modo como a sociedade encara a morte.

Ela trata como uma coisa ruim, quase um castigo;

que devemos nos conformar, e os outros sentirão saudades, chorarão, um sentimento de perda.

Essa imagem da sociedade se transfere para dentro da pessoa,

e ela passa a querer que seja diferente.

Muitas vezes há um medo até maior que o da morte,

que é o de “ como” ela virá.

Se haverá sofrimento até chegar nela.

Quando? Onde? Morrerei feliz?

 

Podemos dizer, sim, que a morte é bonita.

Pois ela é a ponte que leva nossa alma de Deus,

para um tempo indeterminado, para a eternidade.

Precisamos deixar nosso corpo, que envelhece,

para vivermos uma vida nova,

para sentirmos a Ressurreição de Jesus.

Foi esse um dos motivos de Deus ter-nos feito assim.

Corpo é Matéria. Alma é Energia.

Assim é que a morte deve ser encarrada, com naturalidade.

Escrito por Aline Bertoldo Sartori
Aline, nasceu em Florianópolis/SC,
no dia 02/11/1981, Filha de Ary Sarzi Sartori e Célia Bertoldo Sartori. 
Aline faleceu em um acidente automobilístico no Rio Grande do Sul, com ela faleceram, ainda sua irmã Paula, seu Pai Ary, e sua tia Suleida.

© Copyright LBsistemas 2013 by Nidrev

  • facebook-square
  • twitter-bird2-square